Visitar Lisboa

FacebookTwitterShare

Guia de restaurantes, bares e cafés, alojamento, passeios e muito mais!

Lisboa é um destino versátil, económico e que agrada a qualquer perfil de viajante. Há muita coisa para ver e fazer em Lisboa.

Seja num dia ou mais, a oferta cultural da cidade pode ser vasta mas por outro lado Lisboa percorre-se rapidamente a pé, de metro ou até de eléctrico, apesar de muitas subidas e descidas.

Neste website encontrará recomendações sobre alojamento (hotéis, albergues, apartamentos de curta estadia em bairros históricos, etc.), restaurantes, bares e cafés, museus e muito mais… do barato ao caro. Poderá ainda reservar alojamento directamente a partir da página.

Provavelmente irá desejar alguma ajuda com várias questões e é para isso que aqui estamos: fazemos o possível para actualizar a página constantemente, pelo que encontrará as respostas à maior parte das questões que possa ter.

Queremos que a sua visita seja mais divertida e autêntica ao facultar informação útil para que aproveite Lisboa ao máximo, explorando a cidade e os seus segredos sem inconvenientes.

Restaurantes, bares e cafés e a vida noturna

Se quiser saber o que oferece a cidade ao nível da gastronomia, poderá ver a secção de restaurantes de Lisboa (e arredores!).

Advertência sobre mobilidade
Em Lisboa a calçada é inimiga do calçado. Se considera percorrer a cidade em salto alto (tacão), ou qualquer calçado menos confortável, poderá ter problemas de mobilidade, sobretudo em bairros históricos como o Castelo, Alfama e Mouraria. Se não quiser andar muito a pé, consulte a nossa página de transportes.

Dos locais onde pode jantar e ouvir Fado até às tascas mais escondidas. Outro aspecto importante de qualquer visita têm de ser os cafés: o café é uma verdadeira instituição em Portugal e um elemento constante no quotidiano da maioria da população.

Em relação à vida nocturna, e entre muitas soluções, tanto o Bairro Alto como Alfama são paragens obrigatórias para uma saída nocturna típica. Tanto podem is para jantar e/ou ouvir Fado, para um simples passeio, para tomar um copo num das dezenas de bares que se encontram pelas suas ruas, etc. Também ficam muito perto das pistas de dança do Lux, MusicBox, Lounge, Incógnito, etc.

Transportes de Lisboa

A rede de transportes públicos é eficiente, com paragens e/ou estações por toda a cidade, sobretudo se andar de metro. Existem no entanto outras formas de deslocação, uma das quais será praticamente obrigatória e inolvidável: o percurso do eléctrico 28 (bonde).

Poderá ainda ir almoçar e dar um passeio até à margem sul do Tejo (a Cacilhas, por exempo) de ferry ou visitar a Costa da Caparica.

Greves dos transportes: poderão haver greves ocasionais no serviço de transportes. Para estar a par disto, recomendamos o site hagreve.com.

Descontos: se quiser descontos na maioria dos museus, monumentos e ainda viagens GRÁTIS na rede de transporte público (metro, autocarros/ônibus, etc.), pode comprar um Lisboa Card.

Monumentos de LisboaCultura: museus, monumentos e mais

Não pode perder alguns museus contemporâneos, como por exemplo o MUDE (Museu do Design e da Moda), o Museu Calouste Gulbenkian, o Museu Nacional de Arte Antiga e o Museu Colecção Berardo/Arte Moderna e Contemporânea no Centro Cultural de Belém. O Museu Nacional dos Coches é também imperdível.

Para saber mais sobre a oferta cultural e histórica, o melhor é visitar as nossas secções de Museus e/ou Monumentos (dica: muitos são GRÁTIS em dias específicos da semana, geralmente no primeiro Domingo de cada mês).

Alojamento barato em Lisboa: hotel, hostel e apartamentos

Quer procure um lugar para dormir barato ou algo mais luxuoso, o melhor será consultar a nossa secção de Alojamento. E para os mochileiros/backpackers que não querem gastar muito com dormidas também temos soluções.

Se viaja em grupo e querem ficar num sítio típico de Lisboa, podem dar uma vista de olhos à página sobre alojamento de curta estadia em Alfama: excelentes preços, localização e comodidade no bairro histórico de Alfama.

Lisboa com crianças

As crianças também vêm a Lisboa? Então não é preciso procurar mais: o Jardim Zoológico de Lisboa, Belém ou o Jardim do Príncipe Real são soluções magníficas para os mais pequenos. Também poderá querer ir com eles para algum espaço verde da cidade.

Há que passear com os mais pequenos pela zona do Parque das Nações (onde teve lugar a Expo ’98) e onde se torna imperativo visitar o maravilhoso Oceanário (o maior da Europa). Se andar de Metro – na Linha Azul (Santa Apolónia, Baixa/Chiado, Restauradores, Marquês Pombal, etc.) – e já que falamos da fauna e flora, por que não ir até ao Jardim Zoológico de Lisboa? Eles vão adorar.

Outros passeios e visitas curtas

Outras coisas que podemos recomendar (exemplificando) são a visita ao excêntrico Pavilhão Chinês, os lendários e deliciosos Pastéis de Belém e tirar a foto habitual com o poeta Fernando Pessoa, na esplanada do Café A Brasileira.

Se é fã de mercados de rua, não pode perder a Feira da Ladra de Lisboa (às Terças e Sábados mesmo ao lado do Panteão Nacional), onde pode ir à descoberta de revistas de há décadas, discos de vinil, acessórios e roupa em segunda mão, antiguidades como quadros, manuais escolares, malas e bolsas, etc., etc.!

Sintra – no cimo de uma serra com vista majestosa para o Oceano Atlântico – também é outro lugar de interesse nos arredores de Lisboa (comboio/trem directo desde a estação ferroviária do Rossio); e não se esqueçam de comprar umas saborosas queijadas e travesseiros!

FacebookTwitterShare

VER MAIS EXPERIÊNCIAS